Arquivo

Arquivo do autor

COLUNA DE HOJE: 17-10-2019

17, outubro, 2019 Comente

Fatiazinha

   O projeto de lei que estabelece regras para a divisão dos recursos do mega leilão do pré-sal foi aprovado no Senado, por unanimidade, na noite de anteontem. O governo espera arrecadar R$ 106,5 bilhões com o leilão, dia 6, dos quais R$ 10,9 bilhões irão para os Estados, e o mesmo valor para os municípios. O que chama a atenção é a repartição do bolo: por conta de vários critérios, o Estado de SC receberá R$ 188,1 milhões. Menos que isso ganhará apenas o Distrito Federal, R$ 41,1 milhões.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Crueldade

17, outubro, 2019 Comente

O que verdadeiramente deixou arrasado emocionalmente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia, na conclusão do inquérito da Polícia Federal que investigou supostas fraudes em licitações no governo estadual, foi a indicação de que

“seria líder de uma organização criminosa” que se beneficiava de contratos firmados pela secretaria de Estado da Administração.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Mina de ouro

17, outubro, 2019 Comente

   Houve quem fez a conta: durante o tempo de concessão (30 anos) as quatro praças de pedágio previstas nos 220 quilômetros do trecho sul da BR 101 em SC vão faturar R$ 34 bilhões se forem mantidas as tarifas anunciadas, de R$ 4,40 a R$ 4,70 por veículo leve em cada praça. O detalhe que chama a atenção é que as obras previstas, a cargo de quem ficar com a concessão, totalizam R$ 2,9 bilhões e os custos operacionais R$ 3,6 bilhões (conservação, operação e monitoramento). Baita negócio, não?

 

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Abuso

17, outubro, 2019 Comente

   A Prefeitura de Itapema está abusando do direito de ir e vir quando multa motoristas de aplicativos que, procedentes de outras cidades, desembarcam seus passageiros no município. Isso tem que acabar.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Desfiliação

17, outubro, 2019 Comente

O deputado federal Rodrigo Coelho (PSB-SC) está anunciando sua desfiliação do partido. Foi a resposta encontrada à punição pela sigla, após votar a favor da reforma da Previdência em agosto, contrariando  orientação dos caciques de cima. Alegará justa causa – perseguição política -, para não perder o mandato, como prevê a legislação em tais casos. Além de intervenção no PSB de SC, Rodrigo foi sacado de 11 comissões permanentes do Congresso Nacional. Só ficou em uma.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Procura-se

17, outubro, 2019 Comente

Professor na área de vídeo e fotógrafo, o jovem florianopolitano Rafael Schlichting está em lugar incerto e não sabido, conforme a Justiça do Paraná, que por não conseguir citá-lo adiou audiência em processo onde responde queixa-crime apresentada pelo cantor Caetano Velolo, que o chamou de “pedófilo”. Caetano tem outras ações desse tipo, e já com vitórias judiciais.

 

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Desigualdade

17, outubro, 2019 Comente

   De doer o coração, literalmente, o que se divulgou ontem: que metade dos brasileiros vive com R$ 413 mensais e os mais ricos recebem 40 vezes mais.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Nosso João de Deus

17, outubro, 2019 Comente

   Mantidas as devidas proporções, há um João de Deus também em SC. Pai de santo e guia espiritual, teve prisão preventiva decretada judicialmente por suspeita de prática de crimes de violência e importunação sexual durante as sessões, na Grande Florianópolis. Até agora foi denunciado por seis mulheres.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Há vagas

17, outubro, 2019 Comente

   O Conselho Nacional do Ministério Público fez um levantamento e fez questão de divulgá-lo para destacar que SC é um dos raros Estados sem superlotação e sem fila de espera (que já passou de um mil) no sistema socioeducativo masculino. Méritos para a articulação que une o Ministério Público de SC, o Tribunal de Justiça e o Governo do Estado.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Comportamento

17, outubro, 2019 Comente

Foi aprovado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina projeto de lei obrigando a instalação de sistema permanente de videomonitoramento em asilos, casas de repouso e similares. Além de criar mais uma despesa,  e que alguém vai  pagar, é, a partir do que se conhece por aí, mais um motivo, com a desculpa de se pode “monitorar a distância”, para que os idosos nunca ou raramente recebam visitas de familiares, de corpo presente.

Categorias:Sem categoria Marcadores: