Kohl e SC

19, junho, 2017 raulsartori

O colunista Ancelmo Goes, de “O Globo”, registrou sábado que o ex-chanceler alemão Helmut Kohl, que morreu, sexta-feira aos 87 anos, visitou Blumenau em setembro de 1991, menos de um ano depois da reunificação alemã, da qual ele foi o líder inconteste. Ele conversou por horas com imigrantes alemães de SC e, a muitos, pediu que escrevessem ao presidente George Bush, pai, apoiando a reunificação alemã. Kohl desconfiava de que os americanos, assim como alguns europeus, preferiam manter o status quo anterior à queda do Muro de Berlim. Outro momento curioso da visita a Blumenau foi quando Kohl, de família muito católica, entrou numa igreja. Ao ver um grupo de jornalistas dentro do templo tirando fotos, o grandalhão expulsou os repórteres aos gritos, exigindo respeito ao lugar.

Categorias:Sem categoria Marcadores:
  1. Rudi
    19, junho, 2017 em 07:51 | #1

    Uma ótima história que só agora ganha o público.

Os comentários estão fechados.