Libras

19, junho, 2017 raulsartori

A intenção é boa, mas para tudo existe um limite. Fora de qualquer limite, se virar lei, é o projeto em tramitação na Assembleia Legislativa que obriga a presença de profissional habilitado e capacitado a atuar como intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, públicos ou privados, com mais de 20 funcionários. Não precisa dizer quem vai pagar esta conta.

Categorias:Sem categoria Marcadores:
Os comentários estão fechados.