Valores

   Começa a ter repercussão nacional a decisão da prefeitura de Balneário Camboriú em não ajudar a realização, neste ano, da Parada da Diversidade. O secretário de Turismo, Miro Teixeira, deu entrevista dizendo que o evento “ofende pessoas que são cristãs, conservadoras”, que a cidade não é palco para “vale-tudo” e que seja feito em São Paulo ou Rio de Janeiro. Mas o contribuinte do município bancou com R$ 340 mil do seu bolso a realização, em abril passado, do evento espiritual 36º Congresso Internacional de Missões dos Gideões Missionários da Última Hora, conhecido popularmente como Congresso dos Gideões.

Categorias:Sem categoria Marcadores:
  1. rudi
    8, novembro, 2018 em 06:07 | #1

    Exatamente. A prefeitura que corte esses auxílios, independentemente da motivação das festas. Que aprendam a se mobilizar sem os recursos suados do contribuinte.

  1. Nenhum trackback ainda.