Balburdia

Os funcionários da Embratur estão com muitas saudades de seu ex-presidente, o catarinense Vinicius Lummertz, que realmente se dava muito bem com todos. Desde que saiu de lá, no início do governo Michel Temer, que o fez ministro, a autarquia, que cuida do turismo nacional, perdeu o rumo. E com Bolsonaro perdeu a bússola. O penúltimo presidente, dentre os cinco que lá passaram desde janeiro, esteve o carioca Paulo Senise, que já estava trabalhando quando o capitão-presidente resolveu indicar outro, o sanfoneiro, componente da banda de forró eletrônico Brucelose e dono de uma pousada em Alagoas, Gilson Machado Neto, que o apoiou na campanha. Socorro!  

Categorias:Sem categoria Marcadores:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.