COLUNA DE HOJE: 31-01-2015

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   1 comentário

Balcão de negócios
O comando da campanha do candidato do PT à presidência da Câmara montou um mapa dos cargos que são ocupados por indicação de deputados no governo e escalou ministros para pressioná-los a votar em Arlindo Chinaglia (PT-SP). Atualizada em tempo real, nela consta o nome do deputado federal Celso Maldaner (PMDB-SC), acompanhado, na planilha, pela observação “Rossetto (ministro Miguel Rosseto) ligou”. Voto tido como certo paraChinaglia. O PT também listou deputados que indicaram nomes para cargos no governo federal, como o catarinense Mauro Mariani (PMDB), cuja intenção de voto consta como “indefinida”. Ao lado há a anotação “tem cargo no governo”. É assim que se faz política nesse infeliz país.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Faxina

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

Seja Luiz Henrique da Silveira, ou quem for: é uma oportunidade excepcional, a do momento, para se “limpar” um pouco nossa política não permitindo que o pior dos piores políticos, Renan Calheiros, continue na presidência do Senado.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

À custa do contribuinte

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

A farra acabou. É isso que se pode dizer das seguidas noticias de que esta e aquela prefeitura do interior de SC decidiu suspender o Carnaval deste ano. Umas alegando falta de dinheiro; outras deixando claro que o governo do Estado, que sempre abria a torneira para tal desperdício, descobriu haver outras prioridades e necessidades e resolveu fechá-la. Que assim permaneça.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Mofando

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   2 comentários

Os políticos fazem tudo e, em primeiro lugar, o que melhor lhes convém. Exemplo: a lei anticorrupção está fazendo seu primeiro aniversário sem ser regulamentada. Ela pune empresas com multa de até 20% do faturamento bruto e prevê a existência de “mecanismos e procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e a aplicação efetiva de códigos de ética e de conduta no âmbito da pessoa jurídica”.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Insalubridade

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

Isso vai dar o que falar. Em três processos distintos, o Tribunal Regional do Trabalho de SC reconheceu o direito ao adicional de insalubridade de 20% a três agentes comunitárias de saúde de Imbituba. Embora não lidassem diretamente com pacientes doentes, o TRT-SC entendeu que elas ficavam rotineiramente expostas a doenças infectocontagiosas, fazendo jus ao acréscimo.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Malandragem

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   1 comentário

Durante o período de recesso parlamentar, iniciado em 22 de dezembro último, 37 suplentes assumiram cargo na Câmara dos Deputados. Os motivos mais comuns das convocações são as renúncias dos titulares para assumir cargos nos governos federal e estadual. Para acabar com a imoral prática, está em andamento a Proposta de Emenda à Constituição 1/11, que proíbe a posse de suplentes de senadores, deputados federais, deputados estaduais, distritais e vereadores durante o recesso parlamentar, exceto no caso de convocação extraordinária. Vai passar?

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Corporativismo

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

Favoritos na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, os deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Arlindo Chinaglia (PT-SP) estão fazendo promessas indecentes, se eleitos. Chinaglia promete reajustar a verba dos deputados para contratação de assessores, hoje em R$ 78 mil ao mês. Cunha insiste na ideia de levar a cobertura da TV Câmara aos Estados e gabinetes dos congressistas, e construir novo anexo na Casa, ao custo de R$ 425 milhões. Socorro!

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Dívida milionária

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

A Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa), com sede no Rio de Janeiro e que foi a entidade responsável, tendo como advogado da causa o catarinense Luiz Gonzaga de Bem, pela proibição da farra do boi em SC, tem uma dívida tributária federal de aproximadamente R$ 15 milhões. Atualmente abriga 4,5 mil animais e tem 150 funcionários. Desde 1995 tem cassado o título de entidade filantrópica e de utilidade pública federal que garantia isenção de impostos à instituição.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

Direito animal

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   1 comentário

Numa ação incomum na justiça estadual, originária de São Francisco do Sul, foi indeferida petição inicial de ação civil pública movida pelo Ministério Público de SC que pediu pagamento de indenização por danos morais individuais e coletivos por maus-tratos ao cão Scooby Doo. Nos autos consta que ao permanecer preso a uma árvore, sem água e sem alimentação, durante as ausências de seu dono o cão contraiu miíase , doença que não foi tratada e assim exigiu a amputação de uma das patas. A justiça entendeu que as leis brasileiras não consideram os animais sujeitos de direito no âmbito civil, não autorizando a reparação de seus interesses mediante indenização.

Categorias:Sem categoria Marcadores:

DETALHES

31, janeiro, 2015 (raulsartori   Envie este Post   Imprima   Comente

Após 24 anos, Reno Caramori (PP) encerra, hoje, sua passagem pelo Parlamento catarinense. A decisão de deixar a política foi um pedido da família, principalmente da mãe e da esposa. Desse homem se pode dizer que, em todos os seus mandatos, honrou a política como poucos.

Florianópolis acaba de dar um grande passo para a redução dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. No lançamento da Rede Vida no Trabalho, 35 entidades assinaram o termo de compromisso com a organização. A meta é tirar Florianópolis do topo dos rankings negativos sobre o tema e torná-la exemplo de ações integradas para a redução dos agravos fatais e graves até 2020.

Categorias:Sem categoria Marcadores: